quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

12 Filmes que Recomendo|#12meses12coisas


Decidi participar neste projeto lançado pelo blog Lemao Doce que permite que todos nós, da blogosfera partilhemos 12 coisas por mês sobre um determinado tema. O tema deste mês são 12 filmes que recomendas. A minha lista está aqui, não os consegui colocar por ordem, gosto demasiado de todos eles:

One Day|Recomendo sempre este filme, é um filme que já vi um milhão de vezes e como romântica incurável que sou este tinha de estar aqui em lugar de destaque. A história é maravilhosa e os actores extraordinários.

Into the Wild|Não é uma história de sobrevivência, é uma história real que nos mostra como devemos viver a vida e ser um espírito livre.

Harry Potter|Este filme está aqui em representação da saga inteira. É talvez a história que mais vezes li e vi. Foram os filmes que acompanharam a minha infância.

The Perks of Being a Wallflower|É a história de um caloiro com uns certos problemas em existir, até que encontra dois veteranos na sua nova escola que o ajudam a enfrentar esta nova vida de caloiro.

The Dark Knight|Esta é outra saga que não faz sentido ver só um filme, todos estão fantasticamente bem realizados e interpretados. Sou grande amante de super-heróis, mas estes filmes são sem sombra de dúvidas os meus preferidos do género.

P.S. I Love You|Foi o romance que mais vezes vi, e acho que sempre que o revejo, que choro. É um filme que toda agente devia ver. Não só pela Swank, mas pelo Butler também. Estão ambos fantásticos aqui.

Big Fish|Neste filme é perfeitamente vísivel que Tim Burton colocou o dedo, não só pela presença de Helena Boham Carter mas mesmo pela fotografia. Aqui Bloom tenta contar-nos a história que o seu falecido pai lhe contou de uma maneira um pouco peculiar.

The Man in the Iron Mask|Sou aficionada por Mosqueteiros, Templários e essas coisas assim. Mas o meu filme preferido do tema, e já existem bastantes, continua a ser "O Homem da Máscara de Ferro". Com Leonardo diCaprio ainda na sua juventude e com o eterno Obélix, Gerard Depardieu.

Freedom Writers|Neste filme Hillary Swank interpreta uma professora que incentiva os seus alunos a utilizarem a escrita para contar a sua história e assim poderem abstraírem-se do grande problema que é as suas vidas.

The Reader|Após a II Guerra Mundial Hanna, encontra-se em processo de julgamento, é durante este julgamento que encontra o seu ex-amante de há 10 anos atrás, enquanto que se defende de um crime de guerra.

La Vita è Bella|Talvez seja este o meu calcanhar de Áquiles. Este filme retrata a história de um bibliotecário judeu que se torna numa das vítimas do Holocausto. Ele e o seu filho, mas este arranja maneira do filho não perceber na crueldade a que estão submetidos. Sou sensível ao Holocausto e para mim, este filme aperta-me bastante o coração.

Million Dollar Baby|Swank mais uma vez impecável nestas lides, mostra-nos como uma mulher se pode tornar uma profissional no mundo do Box. A must-see.

4 comentários

  1. Gostei muito do Into the wild e do The reader. A vida é bela é inultrapassável! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, há poucos que consigam ultrapassar A Vida é Bela. Sou totalmente fascinada pelo tema, infelizmente. Tens de ver os outros de que falo aqui, são bastante bons também. ;)

      Eliminar
  2. One Day...que previsível. La Vita è Bella ficou no meu coração. HP sempre. PS-I love you choro sempre! Eu queria o Batmobile mas não tenho garagem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também não me importava, mas os vizinhos são desconfiados.

      Eliminar

© the washing machine.
Maira Gall